Rafael Nadal, que persegue o seu oitavo título, e Novak Djokovic, finalista vencido no ano passado, seguiram hoje para os oitavos de final do torneio de ténis de Roland Garros, assim como Maria Sharapova, campeã no quadro feminino.

Na terra batida parisiense, Nadal, terceiro cabeça de série, precisou de duas horas e 45 minutos para derrotar o italiano Fabio Fognini, 27.º pré-designado, por 7-6 (7-5), 6-4 e 6-4, e marcou encontro com o japonês Kei Nishikori na próxima ronda.

O 13.º cabeça de série bateu o francês Benoit Paire por 6-3, 6-7 (3-7), 6-4 e 6-1 e, aos 23 anos, tornou no primeiro tenista nipónico em 75 anos a alcançar os “oitavos” de Roland Garros.

Com mais facilidade que Nadal, o sérvio Nojak Djokovic também garantiu a continuidade em prova à custa do búlgaro Grigor Dimitrov, vencendo o 26.º pré-designado em três sets, com os parciais de 6-2, 6-2 e 6-3, em uma hora e 44 minutos.

O número um mundial, que durante o encontro de hoje teve de receber tratamento no ombro direito, vai agora defrontar o germânico Philipp Kohlschreiber, que mostrou estar em boa forma frente a Victor Hanescu, derrotando o romeno por 6-0, 7-6 (6-0) e 6-1.

Nos oitavos de final está também o francês Richard Gasquet, sétimo favorito, após bater o russo Nikolay Davydenko, que se apresenta sem o fulgor de outros tempos, por 6-4, 6-4 e 6-3.

Pelo caminho ficou o Janko Tipsarevic, oitavo cabeça de série, que caiu perante o russo Mikhail Youzhny em três “sets” (6-4, 6-4 e 6-3), num encontro em que o sérvio teve um ataque de fúria com dois adeptos, que alegadamente o estavam a desconcentrar.

No quadro feminino, a campeã Maria Sharapova, segunda cabeça de série, avançou para os “oitavos” após uma vitória confortável sobre a chinesa Zheng Jie, por 6-1 e 7-5, em uma hora e 45 minutos, marcando duelo com a norte-americana Sloane Stephens, 17.ª favorita.

A bielorrussa Victoria Azarenka, terceira pré-designada, também se apurou para os oitavos-de-final, ao impor-se perante a francesa Alizé Cornet, com os parciais de 4-6, 6-3 e 6-1.

Pelo caminho ficou Marion Bartoli, 13.ª cabeça de série, que caiu perante a italiana Francesca Schiavone, vencedora em 2010, por 6-2 e 6-1. A italiana será adversária de Azarenka na próxima ronda.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.