O sérvio Novak Djokovic vai concorrer às eleições para o Conselho de Jogadores da Associação de Tenistas Profissionais (ATP), marcadas para dezembro, poucos meses depois de ter deixado o organismo, revelou hoje o tenista brasileiro Bruno Soares.

Soares, que também integra o conselho da ATP, afirmou ter visto "as listas candidatas", uma das quais liderada pelo número um do mundo, que em setembro renunciou ao cargo no organismo, para criar, juntamente com o canadiano Vasek Pospisil, uma associação paralela, com o objetivo de dar voz aos jogadores menos conhecidos do circuito.

O Conselho de Jogadores, formado por 12 tenistas, como Rafael Nadal ou Roger Federer, é um órgão de aconselhamento que integra a direção da ATP.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.