Os tenistas portugueses Frederico Silva e Gastão Elias estrearam-se hoje com uma vitória no ‘challenger’ 3 de Oeiras, torneio de categoria 125 do ATP Challenger Tour, e garantiram o acesso à segunda ronda no Complexo Desportivo do Jamor.

O jogador das Caldas da Rainha, que esta semana atingiu o melhor ‘ranking’ da carreira, ao ascender à 169.ª posição, eliminou Jason Jung (161.º ATP), do Taipé, em três ‘sets’, com os parciais 1-6, 6-4 e 6-3, ao fim de duas horas e oito minutos.

Depois de recuperar de um primeiro ‘set’ em que só conseguiu fazer um jogo de serviço, Frederico Silva conseguiu selar o triunfo e marcar encontro, nos oitavos de final, com o vencedor do desafio entre o argentino Facundo Bagnis (109.º ATP) e o espanhol Carlos Taberner (137.º ATP).

Já depois da vitória do número três nacional, de 25 anos, foi a vez de Gastão Elias, 313.º colocado na hierarquia mundial, carimbar a continuidade em prova, ao bater na estreia o norte-americano Maxime Cressy (153.º ATP) em apenas dois parciais, por 7-6 (7-3) e 6-4, em uma hora e 32 minutos.

Na fase seguinte da prova, o jogador da Lourinhã vai medir forças com o vencedor do duelo entre o argentino e terceiro cabeça de série Federico Coria (94.º ATP) e o ‘qualifier’ eslovaco Alex Molcan (258.º ATP).

Ao contrário de Frederico Silva e Gastão Elias, Gonçalo Oliveira perdeu hoje, na ronda de acesso ao quadro principal, frente ao equatoriano e primeiro pré-designado do ‘qualifying’, Emílio Goméz, em três ‘sets’, por 6-2, 3-6 e 6-4.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.