A seleção portuguesa de ténis lidera, por 2-0, a eliminatória com a Lituânia, referente ao Grupo Mundial I da Taça Davis, graças aos triunfos de hoje de Frederico Silva e João Sousa na Siauliai Tennis Academy.

Frederico Silva, número 190 do 'ranking' ATP, foi o primeiro jogador português a entrar em ação e, apesar de ter perdido o primeiro 'set', conseguiu derrotar Layurnas Grigelis (497.º) em três partidas, pelos parciais de 6-7 (6-8), 6-3 e 6-0, ao cabo de duas horas e 23 minutos.

Depois de ter estado em desvantagem de um 'set' e 1-3 no segundo, o jogador das Caldas da Rainha, de 25 anos, ganhou 11 jogos seguidos para alcançar o primeiro ponto da equipa portuguesa, naquela que foi a sua quarta vitória na Taça Davis.

Consumado o triunfo de Frederico Silva, foi a vez de João Sousa, o número um nacional e 65.º colocado na hierarquia mundial, disputar o segundo ponto da eliminatória com Julius Tverijonas (791.º ATP), que cedeu em dois 'sets', pelos parciais de 6-1 e 6-3, em uma hora e cinco minutos.

Num encontro em que não sofreu qualquer 'break' e quebrou quatro vezes o serviço do adversário, o vimaranense colocou a equipa portuguesa com uma vantagem de 2-0 ao final do primeiro dia da eliminatória de manutenção no Grupo Mundial I da Taça Davis.

Portugal parte assim para a jornada de sábado, em que se disputa um encontro de pares e dois desafios de singulares, a precisar de apenas um ponto para vencer a eliminatória e assegurar a permanência no Grupo Mundial I.

Em caso de vitória, a seleção nacional volta a jogar em setembro o acesso à fase de qualificação para as Davis Cup Finals de 2021, que se disputará em março do próximo ano. Em caso de derrota, a seleção nacional desce ao Grupo Mundial II.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.