Stefanos Tsitsipas desistiu do confronto com Hubert Hurkacz na ATP Cup, este sábado, devido a um problema no cotovelo, mas marcou presença no confronto de pares, esclarecendo que estava a pensar "partida a partida".

O número quatro do mundo deveria enfrentar o número nove no jogo de abertura da temporada, depois de o compatriota Michail Pervolarakis ter perdido por 6-1 e 6-4 para Kamil Majchrzak no evento das 16 nações em Sydney. Mas, em vez disso, Aristotelis Thanos jogou e Tsitsipas assistiu no banco da equipa.

O jovem de 23 anos passou por uma cirurgia ao cotovelo direito no final de novembro, após desistir das finais da ATP em Torino.

Tsitsipas apareceu para mais tarde com Pervolarakis, sem mostrar sinais óbvios do problema, e venceu por 6-4, 5-7, 10-8.

"A recuperação da minha cirurgia no cotovelo em novembro está pensada para Melbourne e hoje foi tomada uma medida de precaução para garantir que eu chego lá", disse Tsitsipas, referindo-se ao Open da Austrália que começa a 17 de janeiro. "Vamos ver dia a dia, jogo a jogo, até lá. Rezo para poder jogar na segunda-feira contra a Argentina".

Na outra eliminatória da noite, o sérvio Filip Krajinovic derrotou Viktor Durasovic por 6-2 e 7-5, antes de Casper Ruud bater Dusan Lajovic por 6-3, 7-5.

A Sérvia venceu a edição inaugural da ATP Cup em 2020 com o número um do mundo Novak Djokovic. O sérvio não está em Sydney depois de se retirar na semana passada, aumentando as dúvidas sobre se defenderá o título no Open da Austrália.

Djokovic recusou-se a confirmar se foi vacinado contra a Covid-19, uma exigência no Grand Slam de abertura do ano.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.