O US Open, quarto e último torneio do ‘Grand Slam’ de ténis, vai decorrer entre 31 de agosto e 13 de setembro, tal como planeado, porém, sem público, devido à pandemia de covid-19, anunciou hoje a organização.

"O espetáculo vai continuar este verão em Nova Iorque", lê-se no site oficial do US Open, competição que vai ser disputada no Billie Jean King National Tennis Centre, em Nova Iorque, e transmitida ao vivo para todo o mundo.

Nova Iorque vai também receber o Masters 1000 de Cincinnati, prova que antecede o US Open.

"Estes dois eventos de ténis são os mais vistos na televisão nos Estados Unidos (EUA), e estamos entusiasmados, pelos jogadores, pelos fãs e por todos os nossos parceiros, por conseguirmos marcar o regresso do ténis", assinalou Mike Dowse, presidente executivo da Associação Nacional de Ténis dos EUA (USTA, na sigla em inglês).

Os Estados Unidos são o país com mais mortos (116.963) e mais casos de infeção confirmados (mais de 2,1 milhões) pelo novo coronavírus.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 443 mil mortos e infetou mais de 8,1 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.523 pessoas das 37.672 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.