O Clube Naval de Cascais (CNC) foi esta quinta-feira distinguido como membro honorário da Ordem do Infante D. Henrique, com o Presidente da República a destacar, na ocasião, o papel de «embaixador da prática da vela por parte dos portugueses».

A condecoração, que teve lugar na sala dos Embaixadores, no Palácio de Belém, acontece no ano em que o CNC festeja 75 anos de atividade.

Cavaco Silva sublinhou, na cerimónia, o «feito de jovens velejadores do CNC que alcançaram um lugar de pódio na regata da juventude da Taça da América». A equipa, formada por Bernardo Freitas, os irmãos João e António Mello, Manuel Arriaga e Cunha, Ricardo Schedel, João Matos Rosa e Paulo Manso, esteve representada no Palácio de Belém.

Para o presidente da República, este é um exemplo de que «podemos ser competitivos a nível mundial».

Cavaco Silva enalteceu ainda o papel do CNC no desenvolvimento da vela para cidadãos portadores de deficiência: «É algo que me toca de forma muito particular, porque é um contributo para dar novos horizontes a esses portugueses, que vêm limitadas as suas possibilidades em várias atividades no nosso país».

Numa cerimónia que contou com a presença, entre outros, do presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras, e do Chefe do Estado-Maior da Armada, almirante José Saldanha Lopes, a bandeira do CNC foi empunhada pelo seu presidente, José Sotto Mayor Matoso.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.