A constituição e os objetivos da equipa portuguesa Sail-Portugal-Visit Madeira que vai participar na sétima etapa das "Extreme Sailling Series" em vela foi hoje divulgada, na doca de Pedrouços.

A competição arranca na quinta-feira e prolonga-se até domingo, com os velozes catamarãs, que podem atingir a velocidade de 75 kms/hora, a ‘sulcarem’ as águias do rio Tejo.

A 'Sail Portugal-Visit Madeira' ocupa atualmente a sexta posição, com 42 pontos, cuja classificação geral é liderada pela 'Oman Air', com 68 pontos.

"O nosso objetivo é tentar ganhar mais uma etapa até ao final da competição, que termina na Austrália entre 08 e 11 de dezembro", referiu Diogo Cayolla, o 'skipper' e capitão da equipa lusa.

A equipa Sail Portugal-Visit Madeira é constituída por cinco cotados velejadores lusos: Diogo Cayolla ('skipper' da embarcação e que já competiu em três edições dos Jogos Olímpicos), Nuno Barreto (medalhado olímpico em Atlanta96), Frederico Melo (esteve recentemente nos Jogos do Rio2016), Luís Brito e João Matos Rosa.

O treinador é João Rodrigues, o atleta português com mais participações em Jogos Olímpicos (sete) e o responsável pela equipa em terra é Gil Conde.

Considerada a Fórmula 1 da vela, as regatas da Extreme Sailling Series duram entre 10 e 12 minutos e, por dia, podem realizar-se entre sete e oito regatas.

"Não tenho qualquer experiência a tripular este género de embarcações. Para já, estou à experiência e, no final desta etapa de Lisboa, decidiremos se continuo, ou não, a fazer parte da equipa", disse o mentor e treinador João Rodrigues, enquanto Cayolla, depois de considerar Rodrigues uma "lenda viva da vela nacional", salientou o facto de este projeto ter começado "este ano da estaca zero, estando projetado para mais dois anos".

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.