Lewis Hamilton nem chegou a fazer uma volta no Grande Prémio da Bélgica em Fórmula 1. Depois de largar da quarta posição, o inglês rapidamente subiu a segundo, com a má largada de Checo Pérez, e foi atrás de Fernando Alonso. Numa das primeiras curvas de Spa, o inglês da Mercedes tentou passar pelo espanhol da Alpine mas não havia espaço.

Os dois acabaram por colidir roda com roda, com o monolugar de Hamilton a voar e a aterrar com estrondo fora da pista pista. O inglês voltou à corrida mas começou a perder posições até ser aconselhado pela equipa a parar o carro e abandonar.

Fernando Alonso não gostou nada da manobra do seu antigo colega de equipa na McLaren e deixou isso bem claro na comunicação via rádio.

"Que idiota! A fechar a porta pela lado de fora. Quer dizer, tivemos um grande arranque, mas este tipo só sabe pilotar quando larga de primeiro", atirou o espanhol.

Quando chegou às boxes, Hamilton reconheceu o erro e assumiu as culpas pelo incidente. Questionado sobre as acusações de Alonso, o inglês respondeu assim.

"Não tenho uma resposta para isso. Sei como são as coisas no calor do momento, mas é bom saber o que ele pensa sobre e mim e que isso se tenha tornado público", começou por dizer, antes de explicar o acidente.

"Como disse, não foi intencional e assumo responsabilidade, é o que os adultos fazem. Eu dei tudo e tentei ultrapassar na curva cinco, mas não deixei espaço suficiente e paguei o preço com isso. Tentei falar com o Alonso sobre isso, mas depois de ouvir o que ele disse…", comentou.

A prova foi ganha por Max Verstappen, que partiu de 14.º mas impôs um ritmo tão alto que à 12.ª já era primeiro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.