A alemã BMW vai regressar às 24 Horas de Le Mans, e ao campeonato mundial de resistência, em 2024, anunciou hoje a construtora, 25 anos depois da única vitória na corrida, em 1999.

Os bávaros estão de fora da ‘mítica’ prova de resistência desde que triunfaram com o protótipo V12 LMR, voltando, daqui a dois anos, na primeira categoria, Hypercar.

Este ano, correram na categoria a Alpine, a Toyota, que foi consagrada pela quinta edição consecutiva, e a Glickenhaus, com Cadillac, Ferrari, Peugeot e Porsche já anunciados para 2023, edição centenária da corrida, e a entrada da Lamborghini, também para 2024.

“A decisão de correr com o híbrido V8 no campeonato norte-americano de resistência a partir de 2023, e no Mundial a partir de 2024, é um passo importante no nosso projeto”, declarou o diretor executivo da BMW, Franciscus van Meel.

O carro vai estrear-se noutro circuito marcante do automobilismo mundial, em janeiro de 2023, quando começará a competir em Daytona, nos Estados Unidos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.