O piloto britânico Elfyn Evans (Toyota Yaris) concluiu o dia na frente do Rali da Finlândia, nona prova da temporada, depois do abandono do anterior líder, o finlandês Kalle Rovanperä (Toyota Yaris), que capotou no oitavo troço.

Evans concluiu este primeiro dos três dias de prova com o tempo de 51.34,4 minutos, deixando o belga Thierry Neuville (Hyundai i20) na segunda posição, a 6,9 segundos, e o japonês Takamoto Katsuta (Toyota Yaris) em terceiro, a 16,4.

“No geral, foi um dia bom. Mas ainda temos muita condução pela frente”, soltou Evans, segundo no campeonato, a 55 pontos de Rovanperä.

Esta foi a primeira desistência do piloto finlandês, campeão mundial em título, esta temporada.

Rovanperä perdeu o controlo do carro 11 quilómetros após o início do oitavo troço, capotando de frente. A violência do embate não provocou danos físicos, nem a piloto nem a copiloto, mas deixou o Yaris bastante danificado e sem uma roda.

Pelo caminho ficou, também, o estónio Ott Tänak (Ford Puma), com problemas no motor do seu carro, que não lhe vão permitir regressar à prova para tentar somar pontos na 'power stage' final.

O outro Ford Puma, do francês Pierre-Louis Loubet, também não chegou ao fim, fruto de um despiste na mesma terceira especial em que Tänak desistiu.

No sábado, os pilotos enfrentam oito especiais, com um total de 160,68 quilómetros cronometrados.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.