Um comboio de camiões que transportava equipamento da equipa de Fórmula 1 Ferrari ficou temporariamente bloqueado na terça-feira por camionistas que se manifestam contra a derrota eleitoral de Jair Bolsonaro, a duas semanas do Grande Prémio do Brasil, em Interlagos.

Imagens da EPTV, afiliada da TV Globo, mostraram vários camiões carregados com contentores vermelhos com o famoso logotipo da Ferrari retidos na autoestrada que passa pelo aeroporto de Viracopos, próximo da cidade de Campinas, em São Paulo.

A Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) confirmou ao site globoesporte.com que o comboio com os equipamentos da Ferrari teve de parar na saída do aeroporto de Viracopos.

Os camiões da Ferrari conseguiram avançar na autoestrada "graças a uma rápida intervenção da Polícia Militar e chegaram a Interlagos", onde fica o circuito que receberá o GP do Brasil no domingo de 13 de novembro, com treinos já na sexta-feira, dia 11.

As estradas começaram a ser bloqueadas na noite de domingo (30), após a vitória do candidato de esquerda, Luiz Inácio Lula da Silva, na segunda volta das presidenciais do Brasil.

Bolsonaro ainda não reconheceu a sua derrota, três dias depois do anúncio do resultado.

O movimento de bloqueio de estradas por parte de camionistas espalhou-se por quase todo território brasileiro. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) reportou na terça-feira 267 bloqueios, totais ou parciais, em 22 dos 27 estados brasileiros.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.