Poucos dias depois da vitória de Carlos Sainz no Grande Prémio da Grã-Bretanha em Fórmula 1, o antigo campeão do mundo Jacques Villeneuve veio criticar a postura de Charles Leclerc, colega de equipa de Sainz na Ferrari, quando este estava em segundo lugar, atrás do espanhol.

O antigo piloto canadiano alega que Leclerc terá pedido à equipa que Sainz o deixasse passar para poder assumir a liderança da prova.

"A Ferrari precisa de trabalhar na comunicação. Leclerc falou no rádio como se já tivesse sido declarado líder e não o é, nem de acordo com o contrato. É muito cedo para esse tipo de distinção, mas Sainz tem uma oportunidade. Somou ótimos pontos e pode dar a volta [ao Mundial de pilotos] depois de um bom resultado", referiu Villeneuve num artigo do site 'Formule1.nl'.

No mesmo artigo, Villeneuve, campeão do mundo de Fórmula 1 em 1997, chamou à atenção às falhas no modo de comunicação dentro da Ferrari.

É feio, mas anda a salvar vidas desde 2018. Recorde os casos em que o halo evitou catástrofes na Fórmula 1
É feio, mas anda a salvar vidas desde 2018. Recorde os casos em que o halo evitou catástrofes na Fórmula 1
Ver artigo

"Pediu uma informação e responderam-lhe: 'Foi dito a Sainz para aumentar o ritmo'. Isso devia ser suficiente, deviam acabar aí as mensagens via rádio. Não faz sentido fazer pressão, tudo sai cá para fora e isso não é bom para a Ferrari. Ele que o faça em privado depois da corrida", declarou.

Finalmente, o ex-piloto canadiano aproveitou ainda para elogiar Carlos Sainz, ficando à espera para ver se o espanhol consegue lutar pelo título do mundial de pilotos.

"Tenho muita curiosidade para saber se a pressão de lutar pelo Mundial o vai afetar. É um rapaz inteligente e sensato que conduz um bom carro. Alguns são afetados pela pressão e diminuem a velocidade, outros lançam-se e são imparáveis, como aconteceu com Verstappen. Uma coisa é certa: Carlos Sainz [Jr.] já não é filho de Carlos Sainz [pai]. Agora é mesmo Carlos Sainz", concluiu.

Após a vitória em Silverstone, Carlos Sainz ocupa o quarto lugar no mundial de pilotos, a onze pontos do colega Leclerc e a 54 do líder Max Verstappen.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.