O piloto português Miguel Oliveira (KTM) vai partir da 10.ª posição para o Grande Prémio de São Marino de MotoGP, 14.ª prova do Mundial de velocidade em motociclismo.

O piloto natural de Almada, que conseguiu a passagem direta à segunda fase da qualificação ao ser um dos 10 mais rápidos dos treinos livres, terminou a 0,876 segundos do homem da ‘pole position’, o australiano Jack Miller (Ducati).

O italiano Francesco Bagnaia (Ducati) foi o segundo mais rápido, a 0,015 segundos, mas partirá do quinto lugar da grelha fruto de uma penalização sofrida na sexta-feira por rodar de forma lenta no meio da pista durante os treinos livres.

O transalpino Enea Bastianini (Ducati) foi o terceiro, a 0,115 de Miller, mas terá ao seu lado, na primeira linha da grelha, o também italiano Marco Bezzecchi (Ducati), que ganha uma posição com a penalização de Bagnaia.

A sessão teve algumas gotas de chuva, sobretudo no início, mas não impediu os pilotos de rodarem com os pneus lisos.

Miguel Oliveira até começou por ser o mais rápido da sessão e, à entrada para os últimos cinco minutos, estava entre os seis primeiros. Mas as últimas tentativas dos pilotos acabaram por permitir a alguns adversários treparem na classificação.

O dia acabou por ser positivo para o piloto luso, que tinha sido o sétimo mais rápido esta manhã, na terceira sessão de treinos livres, 10.º no conjunto das três sessões.

Já na quarta sessão, em que os pilotos testam as afinações de corrida, Miguel Oliveira foi 13.º.

O GP de São Marino é a 14.ª ronda do Mundial de MotoGP.

O francês Fábio Quartararo (Yamaha) chega como líder do campeonato, com 200 pontos, enquanto o piloto luso é 10.º, com 85.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.