Partiu hoje para a Coreia do Sul a comitiva portuguesa que vai representar as cores nacionais na 11ª edição dos Esports World Championships, num regresso à sua capital Seoul, considerada como a Meca dos eSports. A localidade é desde sempre apoiada pelo governo para o desenvolvimento dos desportos eletrónicos, e tem servido de palco de alguns dos maiores torneios mundiais.

O evento desportivo é organizado pela International e-Sports Federation (ieSF), considerada como a FIFA dos desportos eletrónicos, como explicou ao SAPO Desporto Tiago Fernandes, da administração da Grow Up Esports e membro da Federação Portuguesa dos Desportos Eletrónicos.

A competição arranca amanhã, dia 11 de dezembro, até ao dia 15 e vai focar-se, como é habitual em três jogos: eFootball PES 2020, Tekken 7 e Dota 2. A edição do ano passado, por exemplo, o campeonato disputou-se em Kaohsiung, em Taiwan, nos jogos CS: GO, League of Legends e Tekken 7.

Um dos objetivos da ieSF é continuar a adicionar como membros as federações nacionais, contando atualmente com 54 nações, incluindo Portugal. “Como membro nacional, somos responsáveis por selecionar os jogadores que vão representar as cores nacionais no Mundial”, destaca Tiago Fernandes, salientando que por Dota 2 não ter expressão em Portugal, optou-se por levar representantes nas restantes duas categorias.

E para ser mais justo, a FPDE invés de selecionar diretamente os jogadores, realizou qualificadores no final de outubro no Porto. Assim, a representar o PES 2020 será enviado o Bruno “B10_Joker” Duarte e para Tekken 7 o Miguel Mike Silva” Silva que partem hoje para a capital coreana.

A ieSF já revelou a grelha das partidas dos torneios, e disponibilizou os seus canais do YouTube e Twitch para acompanhamento dos jogos em direto.

iesf

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.