A pandemia de COVID-19 continua a não dar tréguas e a obrigar os governos a novas medidas de restrição, o que impede às organizações de realizar eventos públicos de eSports em formato presencial. Nesse sentido, a IEM Global Challenge informou que teve de tomar a decisão de transitar o grande evento de CS: GO para o formato online.

O evento seria o primeiro em LAN desde o início da pandemia, mas as questões de segurança e o isolamento nacional da Alemanha obrigaram a prolongar a competição em formato digital.

Para diminuir o constrangimento entre os próprios elementos das equipas, a organização informou que vai suportar as oito finalistas a encontrar instalações na Europa para os cinco jogadores e respetivo treinador, para que possam jogar juntos. As oito equipas vão competir numa única divisão global, em que o vencedor leva para casa uma grande parte do prize pool de 500 mil dólares previstos na participação do Intel Grand Slam, a ser realizado entre os dias 15-20 de dezembro.

Nesse sentido, considerando a segurança e a saúde de todos os participantes como prioridade, a organização da ESL vai focar-se a desenvolver a melhor experiência de transmissão possível, para que todos os fãs de CS: GO possam ver as melhores equipas em competição, acedam às histórias, os memes e outros conteúdos.

As equipas participantes vão também receber um kit de hardware unificado para melhorar as suas próprias transmissões. E vai haver passatempos e outros “mimos” para os espetadores.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.