O Sporting perdeu domingo por 2-1 com o Valência, no jogo de apresentação aos sócios ‘leoninos', a contar para o Troféu Cinco Violinos, depois de se ter visto em vantagem desde muito cedo na partida.

Este foi o segundo ano consecutivo em que os leões perderam o jogo de apresentação aos sócios, depois de no ano passado o Empoli ter ganho no Estádio José Alvalade. Antes, a formação verde e branca tinha ganho as seis primeiras edições.

Com um ‘onze’ inicial certamente muito próximo daquele que Marcel Keizer irá apresentar no próximo domingo na Supertaça, o primeiro jogo oficial da nova época, frente ao eterno rival Benfica, o Sporting não podia ter começado melhor o encontro, inaugurando o marcador na primeira oportunidade, aos quatro minutos, após uma bomba de Bas Dost, à meia volta e em posição central, já dentro da grande área.

Contudo, os valencianos reagiram de imediato à desvantagem e, aos 10 minutos, o francês Kondogbia, na sequência de um pontapé de canto, saltou mais alto que os jogadores ‘leoninos' para, de cabeça, empatar a partida.

Após um início de jogo com um ritmo algo elevado, as oportunidades de golo foram decrescendo, mas as duas equipas mostraram argumentos para marcar mais vezes. Primeiro foi o Valência, à passagem do minuto 28, com um cabeceamento de Maxi Gómez a obrigar uma defesa a dois tempos de Renan.

O Sporting reagiu de seguida à investida da equipa do português Gonçalo Guedes, titular no encontro, mas Raphinha, de cabeça, não conseguiu direcionar a bola para a baliza e dar seguimento ao bom cruzamento de Vietto.

Antes do apito de João Pinheiro para o intervalo, o quarto classificado da última edição do campeonato espanhol voltou a ameaçar, pelo ex-Benfica Garay, com Renan a segurar o empate com uma defesa ‘apertada', mas foi o Sporting a dispor de uma grande oportunidade, com Vietto, isolado diante do guardião Domenech, a atirar ao lado, dando sensação de golo nas bancadas.

No segundo tempo, Keizer não ‘mexeu' na equipa, que entrou para os segundos 45 minutos já com o equipamento principal, ao passo que o Valência operou nove substituições, e foram os espanhóis que dispuseram de uma grande penalidade, aos 55 minutos, mas Renan defendeu o remate do ex-benfiquista Rodrigo, que, na recarga, rematou por cima.

Kevin Gameiro, que entrou ao intervalo para o lugar de Gonçalo Guedes, colocou o emblema 'Che' em vantagem aos 66 minutos, ao aparecer solto de marcação no coração da área, tendo apenas de encostar após cruzamento rasteiro de Rodrigo, num ataque rápido pela ala esquerda.

Após o golo, o Valência procurou controlar a vantagem, mas o Sporting ameaçou várias vezes a baliza defendida por Cillessen na segunda parte e podia ter chegado ao empate. Aos 76 minutos, Bruno Fernandes, em boa posição, atirou muito por cima, num remate de primeira, após boa jogada do conjunto sportinguista.

A cinco minutos do fim, Diaby não conseguiu encostar a bola após um cruzamento rasteiro de Bruno Fernandes e, na jogada seguinte, o capitão ‘leonino' rematou de fora da área para uma grande defesa do internacional holandês.

Com o jogo a aproximar-se dos instantes finais, Keizer promoveu as últimas alterações e fez entrar em campo os jovens Gonzalo Plata, Miguel Luís, Daniel Bragança e Eduardo Quaresma, que, à exceção do segundo, fizeram a estreia pela equipa principal no estádio José Alvalade.

Os destaques, os reforços e as desilusões:

Bruno Fernandes: O melhor do lado do Sporting, a jogar e a fazer jogar. Naquele que poderá ter sido o seu último jogo em Alvalade - de Inglaterra surgem rumores de 70 milhões do Manchester United para contratar o capitão leonino -, esteve aquém do esperado na finalização. Ainda assim, esteve na origem da jogada que deu o golo do  Sporting.

Thierry Correia: Boa partida do jovem lateral direito, que também pode jogar à esquerda, num encontro em que foi titular ao lado de Coates, Mathieu e Borja. Muito competente no capítulo defensivo, o jovem esteve atento a resolver até problemas que nem eram seus, e com critério na parte ofensiva.

Luís Neto: Tens sido um dos destaques positivos desta pré-temporada dos leões e promete ser concorrência forte para Coates. No jogo de hoje entrou para o lugar de Mathieu e esteve no lance que deu origem ao segundo golo do Valencia. O defesa-central tentou o corte a Gameiro, mas não chegou a tempo e os leões sofreram o segundo. De resto, esteve bem.

Sporting perde Troféu Cinco Violinos e termina pré-época sem vitórias
Sporting perde Troféu Cinco Violinos e termina pré-época sem vitórias
Ver artigo

Vietto: Continua a crescer de jogo para jogo, mas parece algo perdido no esquema tático de Marcel Keizer. O argentino passou cerca de meia hora ao lado do jogo, mas depois cresceu e teve uma série de boas combinações com Raphinha. Teve nos pés duas boas ocasiões de golo, a melhor perto do intervalo com a bola a sair ao lado.

Coates: O uruguaio chegou mais tarde que a maioria dos colegas de equipa. Acusou a falta de ritmo e apareceu ainda sem capacidade física para responder à velocidade dos adversários.

Eduardo e Tiago Ilori: Entraram na parte final do encontro para os lugares de Wendel e Coates, respetivamente, e tiveram poucos minutos para se mostrarem trabalho.

Eduardo Quaresma e Daniel Bragança: Entraram em campo a dois minutos do final do encontro, e não tiveram tempo para nada.

As reações:

Keizer: "Estamos prontos para começar"

Keizer lamenta ausências na pré-época: "Foi difícil por causa da CAN e da Copa América"

Vietto: "Bruno Fernandes é o jogador mais importante da equipa"

Neto: "Queremos muito conquistar a Supertaça"

Piccini: "Sporting está no meu coração"

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.