A conquista inédita do Recreativo do Libolo na Taça de Angola e o início de um torneio no período de defeso em futebol marcaram o desporto na semana do 41º aniversário da independência angolana.

Depois de falhar a revalidação no Girabola, a formação do Cuanza Sul "salvou" a época ao bater o Progresso do Sambizanga, por 2-1, após prolongamento na final da Taça disputada sexta-feira no Estádio 11 de Novembro.

No sábado teve início a Taça Independência, uma competição entre equipas de Luanda da I divisão, que visa colmatar o longo período de defeso do futebol angolano.

Um triunfo (Inter-Progresso, 1-0) e dois empates (Petro-Benfica, 1-1, e 1º de Agosto-ASA, 1-1) foi o saldo da primeira ronda da prova a disputar-se no sistema de todos contra todos a uma volta sem limite de substituições, para permitir que os clubes experimentem e observem novos jogadores.

No basquetebol, o Recreativo do Libolo conquistou a Supertaça Wlademiro Romero, derrotando o 1º de Agosto, por 91-66. Em femininos, o troféu que marca abertura da época desportiva ficou com o Interclube, após vencer o 1º de Agosto, por 59-52. Ambas as partidas foram disputadas no dia 10 no pavilhão da Cidadela.

Em preparação parao Africano a decorrer este mês em Luanda, a seleção angolana sénior feminina, que estagia em Portugal, completou este domingo a primeira semana de preparação com dois triunfos.

As angolanas bateram o Leça da Palmeira por 51-20, depois viajaram para a Galiza (Espanha) e venceram o Porrinho local por 30-17.

O atletismo nacional conheceu um novo líder com a eleição de Bernardo João nas eleições da federação angolana com 11 votos a favor e nove contra do presidente cessante Carlos Rosa.

No hóquei em patins, a semana terminou com o 1 º de Agosto a liderar invicto o campeonato angolano sénior, após fim da fase regular, com 21 pontos, secundado pela Académica de Luanda com 18, enquanto a oitava e última é a Académica do Lobito sem pontuar.

O Petro de Luanda, vice-campeão nacional, anunciou o fim do vínculo com o defesa camaronês Etah, o médio português Duarte e o avançado congolês Jiresse.

De acordo com o presidente do clube, Tomás Faria, estes futebolistas terminam o contrato em dezembro próximo e não renovarão, por opção técnica.

A semana ficou marcada com a realização de várias atividades em todas as capitais do país, tendo em conta as festividades do dia da independência nacional, assinalado a 11 de novembro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.