O Sagrada Esperança foi declarado vencedor da Supertaça angolana de futebol, depois de a federação daquele país ter cancelado o encontro da segunda mão, diante do Petro de Luanda, anunciou na terça-feira o organismo.

A medida surge na sequência da recusa do Sagrada Esperança de disputar o segundo jogo, que estava agendado para quarta-feira, 11 meses depois de ter vencido o Petro de Luanda, em setembro de 2021, no desempate por grandes penalidades (4-3).

O regulamento da FAF refere que a Supertaça deve ser disputada em duas mãos, mas na altura, devido aos efeitos provocados pela pandemia de covid-19, o organismo decidiu que o troféu seria disputado num só jogo.

Contudo, o Petro de Luanda, campeão angolano e treinado pelo português Alexandre Santos, protestou a iniciativa da FAF e, em maio deste ano, a federação acabou por ordenar que fosse disputado um segundo jogo, decisão essa que foi agora anulada.

O Sagrada Esperança conquista, assim, a primeira Supertaça angolana do seu historial.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.