Na semana passada, o polaco Robert Lewandowski foi eleito o Melhor Jogador de 2020 para a FIFA e bateu o português Cristiano Ronaldo da Juventus e o argentino Lionel Messi, do Barcelona, para arrecadar o prémio pela primeira vez. Ainda assim, o avançado do Bayern Munique considera ainda não estar no mesmo nível que Ronaldo e Messi.

"Há muito tempo que Messi e Ronaldo estão sentados à mesma mesa e isso faz com que sejam incomparáveis. Não me imagino perto deles desse ponto de vista. Mas acho que posso convidá-los para a minha mesa", referiu Lewandowski em entrevista à France Football.

Recorde-se que o avançado dos germânicos era o grande favorito à vitória, face às conquistas da ‘Bundesliga’, Taça da Alemanha, Supertaça alemã, Liga dos Campeões e Supertaça Europeia ao serviço do Bayern de Munique.

Messi é detentor de seis troféu de melhor futebolista do mundo (2009, 2010, 2011, 2012, 2015 e 2019), mais um do que o português Cristiano Ronaldo (2008, 2013, 2015, 2016 e 2016/17), que no ano passado terminou a votação em terceiro lugar, atrás do argentino e do holandês Virgil van Dijk.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.