O avançado franco-gabonês Pierre-Emerick Aubameyang, melhor marcador da primeira volta da Liga alemã de futebol, falhou hoje o regresso ao trabalho do Borussia Dortmund, adversário do FC Porto na Liga Europa, devido a possível transferência.

"Todos esperamos que ele fique no clube", disse o colega de equipa e campeão do Mundo Mathias Ginter, comentando os rumores de que se poderá transferir para um grande Europeu, nomeadamente o Arsenal.

O clube justificou a ausência de Aubameyang com "motivos pessoais" e Ginter lembra que o avançado "é muito importante no campo e fora, pelo que traz ao ambiente do grupo".

Aos 26 anos, Aubameyang, que tem contrato até 2020, está a realizar a sua melhor época desde que chegou ao Dortmund, em 2013, com 18 golos em 17 desafios do campeonato e um total de 27 em todas as competições.

O médio internacional Ilkay Gündogan, de origem turca, e que tem vínculo até 2017, também é cobiçado pela Juventus, segundo a imprensa alemã.

"Teremos muito prazer em que ambos fiquem o maior de tempo possível e possam prolongar o seu contrato", reforçou Mathias Ginter.

Recentemente, o dono do clube, Hans-Joachim Watzke disse que o Dortmund jamais dependerá de um só jogador.

Para preparar o regresso competitivo na Alemanha, a 23 de janeiro, com visita ao Borussia Moenchengladbach, o Dortmund vai trabalhar no Dubai.

Marco Reus, Erik Durm e Nuri Sahin já recuperaram de lesão, enquanto Sven Bender e Marcel Schmelzer ainda estao com problemas físicos.

Borussia Dortmund e FC Porto disputam a primeira mão os 16 avos de final a 18 de fevereiro no Westfalenstadion, e fecham a eliminatória a 25, no Dragão.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.