Atualmente ao serviço do Salernitana, Franck Ribéry esteve perto de reforçar os espanhóis do Real Madrid em 2010, mas um jantar com o presidente do Bayern Munique fê-lo mudar de ideias.

"Quando o percurso de Ribéry no Bayern parecia ter chegado ao fim, em 2010, decidi convidá-lo a ele e à sua mulher, Wahiba, para jantarem connosco", começou por contar Uli Hoeness.

"Cozinhámos com todo o carinho uma refeição de Halal [no Islão diz respeito aos comportamentos e alimentos permitidos pela religião] especialmente para ela [Wahiba]. Tivemos um serão maravilhoso e, por volta da meia-noite, a Wahiba disse: 'Franck, vamos ficar em Munique!'", acrescentou o presidente do Bayern Munique.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.