O guarda-redes alemão Manuel Neuer admitiu hoje que a sua ausência dos campos de futebol poderá ser mais prolongada do que inicialmente previsto, por causa de problemas com a cicatrização no pé a que foi operado.

Inicialmente previsto para janeiro, o regresso do internacional alemão está agora totalmente dependente da recuperação: "Uma cicatrização poderá mesmo durar seis meses", explicou em declarações à televisão do clube.

"Depende do processo de cura, claro, a minha reeducação está a correr bem até ao momento, estou com espírito positivo e penso que vai melhorar", disse ainda.

Neuer, de 31 anos, foi operado em setembro a uma fissura do metatarso esquerdo. Segundo o clube, o regresso devia verificar-se 'no início de 2018'.

Neste início de campeonato sem Neuer, o Bayern está bem menos forte que o habitual - segundo na Bundesliga já a cinco pontos do Borussia Dortmund, derrota pesada (3-0) com o Paris Saint-Germain para a Liga dos Campeões.

A má série de resultados levou a direção do clube a despedir o treinador Carlo Ancelotti e a convencer Jupp Heynckes, de 72, a regressar da reforma para comandar de novo o emblema que levou à tripla conquista histórica em 2013, campeonato, taça e Liga dos Campeões.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.