André Silva no banco e Ronaldo na frente com Nani. Foi desta forma que Fernando Santos apresentou a equipa de Portugal contra o México.

O técnico nacional quis garantir um meio campo mais reforçado, colocando William Carvalho e João Moutinho, com André Gomes e Ricardo Quaresma a assumirem as alas da linha média da equipa das 'Quinas'.

No entanto, a forma como Nani descaía muitas vezes para uma das alas, acabava por deixar Ronaldo muito sozinho na frente do ataque. Apesar de raramente dar uma bola como perdida e mesmo quando parece que está em dificuldades, acaba por decidir bem (o lance do primeiro golo de Quaresma resulta num domínio defeituoso do internacional português e que resultou num passe milimétrico para o extremo português), a verdade é que o avançado esteve muito isolado e o bom trabalho do meio campo mexicano condicionou a ação da equipa portuguesa, que foi para o intervalo empatado a uma bola.

Na segunda parte, Nani e Moutinho saíram, para dar lugar a Adrien Silva e a Gelson Martins. Os dois jogadores do Sporting acabaram por dar mais dinâmica ao meio-campo e ataque de Portugal, mas só com a entrada de André Silva é que Portugal acabou por mudar para o 4x3x3, a táctica a que está mais habituada a jogar.

E parece ter sido esta a melhor solução para a equipa lusa. Com o antigo avançado do FC Porto a ser referência no ataque, Cristiano Ronaldo colocou-se na ala, onde está mais confortável e fez uma boa ligação com o atacante português.

Também Gelson Martins foi importante na dinâmica ofensiva, estando mesmo na jogada que deu o segundo golo à seleção nacional.

No entanto, seria mesmo a defesa a comprometer, com José Fonte a ficar mal na fotografia no golo de Héctor Moreno, que deu o empate a dois golos e o resultado final da primeira jornada do Grupo A, na Taça das Confederações.

Agora, segue-se a anfitriã Rússia e Fernando Santos deverá analisar o jogo que passou, para que se possa perceber qual a melhor estratégia a adotar contra a 'equipa da casa'.

Artigo originalmente publicado a 19 de junho de 2017

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.