Portugal vai ter na Algarve Cup um dos mais importantes momentos de preparação para o Europeu de futebol feminino de 2017, defrontando algumas das melhores seleções do mundo, como o Canadá, detentor do troféu.

De 01 a 08 de março, o Algarve vai receber 10 das 20 equipas mais bem posicionadas no ‘ranking’ mundial, com Portugal (35.º) e a Rússia (23.ª) a serem as únicas seleções fora do ‘top-20’.

Serão exatamente estas duas seleções a abrirem o Grupo 1, na quarta-feira, às 15:00, no Estádio Municipal de Lagos, mesmo palco onde a Dinamarca defronta o Canadá, às 18:30.

Depois de conseguir um inédito apuramento para o campeonato da Europa, a ‘equipa das quinas’ tem aqui oportunidade de defrontar duas seleções que vão estar na competição continental e o Canadá, campeão em título do ‘Mundialito’ algarvio e medalha de bronze nos Jogos Olímpicos Rio2016.

O selecionador português, Francisco Neto, já assumiu que este será “um momento muito importante de preparação e também de observação de jogadoras para o resto da época”.

“Em pouco tempo, vamos disputar três jogos e depois um quarto, frente a adversário a designar. Vai ser um torneio de grande exigência, onde só um Portugal ao mais alto nível poderá dar resposta aos problemas que vamos encontrar”, assumiu.

O histórico da seleção portuguesa frente aos adversários do Grupo 1 não é nada favorável, uma vez que nunca venceu e o melhor que conseguiu foram dois empates em 20 jogos com a Dinamarca, semifinalista do Euro2013, tendo perdido sete vezes com a Rússia e dois com o Canadá.

No Algarve, para a história do futebol feminino português deverá entrar a capitã Cláudia Neto, que, caso seja utilizada, se tornará na terceira futebolista a alcançar as 100 internacionalizações.

Como campeão em título e equipa mais bem posicionada no ‘ranking’ feminino, o Canadá parte como favorito à conquista do troféu, podendo ser a primeira equipa a vencer dois títulos desde 2011, quando os Estados Unidos, recordistas de triunfos (10), ‘bisaram’.

Contudo, as canadianas vão ter concorrência de peso, com especial destaque para a Austrália, sexta do ‘ranking’, e a Suécia, oitava e medalha de prata no Rio2016, seleções que partem como favoritas no Grupo 3, no qual estão igualmente a Holanda (12.ª) e a China (13.ª).

No Grupo 2, o grande favorito é o Japão, sétimo da hierarquia e vice-campeão mundial, e a maior oposição, em teoria, deverá vir da Noruega, 11.ª e prata no Euro2013, com Espanha (14.ª) e Islândia (20.ª) a deverem ficar com os ‘papéis secundários’.

Além do Canadá, há mais três antigos campeões presentes na 24.ª edição da Algarve Cup, com a Noruega a ter quatros títulos, a Suécia três e a China dois.

Os dois melhores vencedores dos grupos vão defrontar-se na final, a 08 de março, com o terceiro melhor primeiro classificado a lutar pelo bronze com o melhor segundo posicionado.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.