O autarca confessou ter sido "apanhado de surpresa" pela decisão dos responsáveis do clube, que "nem sequer tiveram uma palavra" para com a Câmara, apesar de esta "ter concedido vários apoios ao clube ao longo dos anos".

"O Município cumpriu sempre as suas obrigações em termos de protocolos desportivos assinados com o clube", disse Francisco Araújo, esclarecendo que "desde o ano 2000 a 2009" foram dados ao mesmo "1 483 657,51 euros, dos quais 564 506,85 foram transferidos para obras a realizar no estádio para que o clube pudesse jogar na II Divisão".

De acordo com o presidente, nos últimos meses a autarquia foi confrontada com notificações de vários pontos que informavam que o Atlético de Valdevez tinha sido penhorado, o que considera "uma grande injustiça" que o Município "venha a ter de pagar dívidas feitas por outras pessoas".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.