A final da Taça Libertadores da América de 2020 vai ser disputada no Estádio Maracanã, no Rio de Janeiro, anunciou hoje a Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL).

O emblemático recinto carioca, que tem capacidade para receber mais de 75.000 pessoas, superou a concorrência de outros sete estádios, cinco dos quais também brasileiros: Mineirão, em Minas Gerais, Arena Grêmio e Beira-Rio, ambos em Porto Alegre, e Morumbi e Arena Corinthians, os dois em São Paulo.

Já a final da Taça Sul-Americana de 2020 vai ter lugar no estádio Mario Kempes, na Argentina, que também era um dos nomeados para acolher a decisão da Libertadores.

A final da Libertadores deste ano será disputada no Estádio Nacional de Santiago, no Chile, em 23 de novembro, sendo que estão na corrida à decisão Flamengo, treinado pelo português Jorge Jesus, Grêmio, River Plate e Boca Juniors.

Quanto à final da presente edição da Taça Sul-Americana, agendada para 09 de novembro, vai opor os equatorianos Independiente del Valle aos argentinos do Colón, em Assunção, no Paraguai.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.