Mais cinco futebolistas do clube argentino River Plate estão infetados com o novo coronavírus, elevando o total para 20 casos dentro do plantel, informou o clube na segunda-feira.

O impacto é tão elevado que o River Plate não tem nenhum dos seus quatro guarda-redes apto para o jogo de quarta-feira da Copa Libertadores contra o Santa Fé da Colômbia.

O River Plate indicou em comunicado que Lucas Beltrán, Flabian Londono Bedoya, Gonzalo Montiel, Leonardo Ponzio e Alex Vigo foram os últimos jogadores a testarem positivo.

Os outros 15 casos tinham sido revelados no sábado, antes do clássico contra o Boca Juniors nos quartos-de-final da taça da liga argentina, encontro que o rival venceu nos penalties, após o empate (1-1) no tempo regulamentar.

A Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL) permite que os clubes tenham plantéis de 50 jogadores. O River Plate tem agora 32 jogadores disponíveis, incluindo vários jogadores de equipas de formação.

Os meios de comunicação argentinos noticiaram que o clube vai pedir à CONMEBOL para adiar o jogo.

O River Plate está em segundo lugar no Grupo D da Copa Libertadores, com seis pontos em quatro jogos, dois atrás do líder Fluminense (Brasil). Os clubes colombianos Junior de Barranquilla e Santa Fé estão com três e dois pontos, respetivamente.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.381.042 mortos no mundo, resultantes de mais de 162,9 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência de notícias France-Presse (AFP).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.