A final da Taça Libertadores de 2019 vai ser disputada pela primeira vez num jogo único, em Santiago, no Chile, anunciou a Conmebol nesta terça-feira.

É a primeira vez que o jogo decisivo vai ser realizado sem um jogo a duas mãos, desde que o torneio foi criado em 1960. A confederação confirmou também que a final da Taça Sul-americana do mesmo ano será disputada num jogo único, em Lima, no Peru.

O Conselho da Conmebol "tomou duas decisões históricas: Santiago (Chile) vai sediar a final única da Taça dos Libertadores 2019, e a disputa da final da Taça Sul-americana 2019 também será num jogo único, em Lima (Peru)", indicou a entidade do futebol sul-americano em comunicado.

Até à atual edição das duas competições, o campeão decide-se em jogos a duas mãos. Se for necessário, com prolongamento e penaltis no segundo confronto.

"Estas decisões obedecem o objetivo estratégico de potencializar o desenvolvimento desportivo do futebol sul-americano mediante maiores recursos, mais investimento e padrões mais altos em todos os níveis", disse o presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.