O selecionador de sub-21 de Portugal divulgou há momentos os convocados para a segunda fase final do Europeu da categoria. Os futebolistas Romário Baró, Jota e Rafael Leão estão de regresso, numa lista quase intacta face à fase de grupos realizada no final de março.

O médio do FC Porto Romário Baró tinha sido chamado uma vez durante a qualificação e substitui Filipe Soares, do Moreirense, numa das três novidades confirmadas esta tarde por Rui Jorge em conferência de imprensa realizada na Cidade do Futebol, em Oeiras.

Já os avançados Jota, dos espanhóis do Valladolid, e Rafael Leão, dos italianos do AC Milan, surgiram na convocatória de março, mas acabaram rendidos no início do estágio por João Mário (FC Porto) e Gonçalo Ramos (Benfica), respetivamente, devido a lesão. João Mário é um dos que fica de fora desta vez.

Pedro Gonçalves, que fez parte dos eleitos na primeira fase, e Nuno Mendes, que foi chamado nos jogos de qualificação, não fazem parte da lista por terem sido chamados por Fernando Santos à Seleção A para o Europeu de 2020.

Sobre a chamada de Romário Baró, Rui Jorge justificou-se com o facto de ser um jogador parecido com Pedro Gonçalves a nível técnico.

"O rendimento na última fase também me levou a optar por este grupo. Dentro das poucas alterações tentamos ir buscar aquilo que o Pedro Gonçalves nos dava. A segurança no jogo que o Baró dá, a capacidade de ficar com a bola e o facto de ser um jogador requintado em termos técnicos… Foi isso que fomos buscar, foi isso que me fez optar pelo Baró perante a ausência do Pote", disse o selecionador.

Na fase decisiva do Europeu de sub-21 vão estar sete campeões continentais de sub-19 em 2018: os guarda-redes Diogo Costa e João Virgínia, os defesas Diogo Queirós e Thierry Correia, o médio Florentino Luís e os avançados Jota e Francisco Trincão

Líder do Grupo D, com nove pontos, resultantes de um ‘pleno’ de vitórias sobre Croácia (1-0), Inglaterra (2-0) e Suíça (3-0), entre 25 e 31 de março, Portugal regressa ao Estádio Stozice, na capital eslovena de Ljubljana, para defrontar a Itália, segunda da ‘poule’ B, com cinco pontos, dois abaixo da Espanha, em 31 de maio, às 21:00 (20:00 em Lisboa).

O vencedor do último jogo dos quartos de final vai medir forças com Espanha ou Croácia em 03 de junho, às 18:00 (17:00 em Lisboa), no Estádio Ljudski vrt, em Maribor, sendo que a final está prevista para 06 de junho, de novo em Ljubljana, às 21:00 (20:00 em Lisboa).

Finalista vencida em 1994 e 2015 e ausente da edição de 2019, a equipa das ‘quinas’ procura um inédito título à oitava presença na fase final de um Europeu de sub-21, que integra pela primeira vez 16 equipas e tem decorrido na Hungria e Eslovénia num formato desfasado, devido ao adiamento por um ano do Euro2020 devido à pandemia de covid-19.

Lista de 23 convocados:

- Guarda-redes: Diogo Costa (FC Porto), João Virgínia (Everton, Ing) e Luís Maximiano (Sporting).

- Defesas: Diogo Leite (FC Porto), Diogo Queirós (Famalicão), Diogo Dalot (AC Milan, Ita), Pedro Pereira (Crotone, Ita), Thierry Correia (Valência, Esp), Tiago Djaló (Lille, Fra) e Tomás Tavares (Farense).

- Médios: Daniel Bragança (Sporting), Fábio Vieira (FC Porto), Florentino Luís (Mónaco, Fra), Gedson Fernandes (Galatasaray, Tur), Romário Baró (FC Porto) e Vítor Ferreira (Wolverhampton, Ing).

- Avançados: Dany Mota (Monza, Ita), Francisco Trincão (FC Barcelona, Esp), Francisco Conceição (FC Porto), Gonçalo Ramos (Benfica), João Filipe ‘Jota’ (Valladolid, Esp), Rafael Leão (AC Milan, Ita) e Tiago Tomás (Sporting).

*Artigo atualizado

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.