O candidato da lista única (A) Júlio Alexandre Lopes de Brito foi eleito hoje, sexta-feira, novo presidente de direção da Associação Provincial de Futebol de Benguela, com 10 votos a favor, uma abstenção e dois nulos, para o quadriénio 2020/2024.

O pleito elegeu ainda como vice-presidente de direção, César Sacato, e secretário-geral, Laurentino Alberto.

Fazem parte da lista como presidente da mesa da assembleia-geral, Paulo Rangel, presidente do conselho fiscal, José Rodrigues Cuinji, presidente do conselho de disciplina, Lourenço Almeida, presidente do conselho provincial de árbitros, Pedro Canombo.

Em entrevista à Angop, Júlio Brito disse que no seu mandato vai ter como prioridade o escalão de formação, expandir o futebol no interior da província, aumentar o número de praticantes e criar uma base de dados mais fiável a nível da APF.

O dirigente desportivo adiantou ainda que vai continuar a desenvolver a formação no dirigismo e de técnicos, realizar torneios inter-regionais e quiçá um de cariz internacional.

Apontou como estratégia, criar parcerias com outras associações nacionais e além fronteiras, com destaque para os países da CPLP e países vizinhos.

Júlio Brito, fisioterapeuta e mestre em saúde pública, nasceu a 06 de Abril de 1969, em Benguela. De 2008 a 2014 foifisioterapeuta do Clube Académica do Lobito, presidente do Vitória Futebol Clube do Cotel (década de 90), e vic0e-presidente da mesa da Assembleia da Associação Provincial de Futebol de Benguela no elenco anterior.

Júlio Brito substitui no cargo o empresário António Costa, que ficou oito anos na segunda maior associação de futebol do país.

Associação Provincial de Futebol de Benguela controla 23 filiados, dos quais 1 efetivos com direito a voto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.