As autoridades iranianas resolveram censurar o jogo da passada terça-feira entre FC Porto e Bayer Leverkussen, a contar para a terceira jornada da Liga dos Campeões.

Uma partida que seria do maior interesse para o público iraniano, devido à presença de Mehdi Taremi, acabou por não ser transmitido; o governo de Teerão suspeitava que os adeptos portistas iriam realizar uma manifestação de apoio a Taremi e a Mahsa Amini, mulher que morreu enquanto estava sob custódia da polícia religiosa iraniana por não usar o véu adequadamente.

As suspeitas das autoridades iranianas acabaram mesmo por se confirmar, já que, à passagem do minuto 9, os Super Dragões exibiram uma bandeira do Irão, num gesto de solidariedade para com Taremi e os manifestantes em Teerão.

A morte da jovem iraniana despoletou uma onda de protestos em Teerão que se arrastam até hoje, levando até alguns jogadores da seleção iraniana (Taremi incluído) a mostrar o seu apoio aos manifestantes.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.