O jornal britânico Mirror publicou esta segunda-feira uma série de alegados relatórios da equipa de observação de José Mourinho na altura em que o português orientava o Chelsea.

Entre os documentos divulgados está um serviu para preparar os oitavos de final da Liga dos Campeões 2005/2006 entre o Chelsea e Barcelona, mas também análises ao FC Porto de Jesualdo Ferreira e o Manchester United, clube que o português acabaria por orientar.

Nesses relatórios, a equipa de observação de Mourinho -  onde na altura constava André Villas-Boas - saltam à vista detalhes sobre quatro jogadores do Barcelona: Ronaldinho, Lionel Messi, Iniesta ou Puyol.

"Ronaldinho é muito fraco em termos do trabalho defensivo e raramente faz uma boa transição após a perda da bola. É um batoteiro constante e vai ao chão com muita facilidade", pode ler-se. "Puyol é agressivo mas emotivo. Fica louco com o árbitro quando são marcadas faltas contra ele e provoca os outros. Defesa agressivo, usa o corpo para jogar em antecipação. Posiciona-se mal muitas vezes e é péssimo a liderar a linha do fora de jogo", acrescenta o documento.

"Iniesta salta sempre do banco. Muito dinâmico. Grande raio de ação. Movimenta-se rápido e executa também. Jogador complicado", lê-se no relatório, antes das palavras sobre Messi: "Messi mostra muita qualidade e velocidade, mas só sabe utilizar o pé esquerdo. Tem o mesmo comportamento batoteiro que Ronaldinho. Perigoso nas diagonais e no jogo entre linhas, é fantástico no um contra um e consegue revolucionar os jogos com a condução de bola."

Sobre o FC Porto de 2006/07, a equipa de observação de Mourinho chamou a atenção para alguns detalhes: "Normalmente regam o relvado antes do jogo e depois do aquecimento. Não hesita no contacto. Quaresma cai no um para um. Postiga cai na área. Atenção! Na primeira e segunda fase de construção, a equipa descai claramente na direita."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.