O Córdoba, do português Bebé e do cabo-verdiano Heldon, que fez a sua estreia, foi hoje derrotado no terreno do Celta de Vigo, por 1-0, num jogo polémico da 21.ª jornada do campeonato espanhol de futebol.

O único golo da partida aconteceu aos 56 minutos, marcado pelo antigo jogador do Benfica Nolito, mas a partida promete dar que falar nos próximos dias em Espanha devido ao que aconteceu nos instantes finais.

A quatro minutos do final da partida, o árbitro assinalou uma grande penalidade a favor do Córdoba, mas, já quando se dirigia para a marca de penalti e um dos jogadores forasteiros se preparava para converter o castigo, alterou a sua decisão e até marcou falta a favor do Celta de Vigo, após conferenciar com um dos seus assistentes.

O jogo esteve alguns minutos parado, com altercações entre jogadores e até treinadores das duas equipas. As imagens televisivas não deixaram dúvidas sobre a existência de uma grande penalidade.

Emprestado pelo Sporting em janeiro, o extremo Heldon foi titular no Córdoba, fazendo companhia no ataque a Bebé, cedido pelo Benfica, e ao argelino Ghilas, que pertence ao FC Porto, mas acabou substituído ao intervalo.

Este resultado deixa o Celta Vigo numa posição confortável no meio da tabela a sete pontos da zona de descida, enquanto o Córdoba pode terminar a ronda no grupo dos aflitos.

Nessa luta, o Granada alcançou uma importante vitória na receção ao Elche, por 1-0, um resultado que permite sair da zona de despromoção. Neste jogo, o português Candeias, que está emprestado pelo Benfica, somou os primeiros minutos pela formação da casa quando entrou em campo aos 71.

Antes, o campeão Atlético Madrid regressou aos triunfos, depois de eliminado pelo FC Barcelona da Taça do Rei a meio da semana, ao vencer na visita ao Eibar por 3-1.

Os ‘colchoneros’, com o português Tiago a titular, construíram o resultado ainda no primeiro tempo, com golos do francês Griezmann (07 minutos) e do croata Mandzukić (23 e 25), os atacantes escolhidos por Diego Simeone, que deixou Fernando Torres no banco.

O Eibar, oitavo na Liga, conseguiu o seu tento de ‘honra’ muito perto do final de jogo, aos 89, por intermédio do italiano Federico Piovaccari.

O Atlético Madrid igualou os 47 pontos do FC Barcelona, mas a equipa catalã apenas entra no domingo em campo, com uma receção ao Villarreal.

Na frente da Liga continua o Real Madrid (com mais quatro pontos do que Atlético e Barcelona), que hoje, sem Cristiano Ronaldo, recebeu e goleou a Real Sociedad (4-1), num jogo em que Carlo Ancelotti não contou com Pepe e teve Fábio Coentrão no banco.

Cristiano Ronaldo cumpriu o primeiro de dois jogos de suspensão, devido à agressão ao jogador do Córdoba Edimar e que ainda o fará falhar o jogo de quarta-feira com o Sevilha, em atraso da Liga.

Hoje, no Santiago Bernabéu, a equipa esteve a perder ao primeiro minuto, com os bascos a marcarem pelo jovem Aritz Elustondo, de 20 anos, mas James empatou quase de imediato, aos três minutos, num cabeceamento entre os centrais adversários.

Ainda antes do intervalo, aos 37, foi o francês Karim Benzema a rematar para defesa para a frente do guarda-redes da Real Sociedad e, na recarga, livre de marcação, o central Sergio Ramos, que acompanhava o ataque, fez o 2-1.

Na segunda metade Karim Benzema bisou (52 e 77 minutos), com o segundo golo do avançado francês a merecer muitos aplausos depois de um remate em que fez a bola descrever um arco, desde a esquina da grande área, até à baliza adversária.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.