Sandro Rosell, ex-presidente do Barcelona deverá ir a julgamento, devido à transferência de Neymar para o Barcelona. O juiz de instrução responsável por conduzir o caso, Pablo Ruz, não deu razão à petição que solicitava a mudança do caso para um tribunal de Barcelona, proposta pelos advogados de Rosell.

Segundo adianta o jornal "Marca", Josep Maria Bartomeu, que era vice-presidente e ascendeu à presidência do clube "culé" após a saída de Rosell, devido ao escândalo em questão, também deverá ser visado no processo, assim como o clube. Desta forma, o caso está perto de ir a julgamento.

As três entidades (clube será julgado como uma entidade individual) terão de responder por crimes de fuga ao fisco protagonizados aquando da transferência de Neymar dos brasileiros do Santos para o Barcelona. Além disso, Rosell será acusado de um crime relacionado com as comissões recebidas pela sociedade que tratou da mesma negociação.

A chegada de Neymar ao conjunto "blaugrana" é visto como o negócio mais polémico da história do Barcelona e acabou com a demissão de Sandro Rosell, deixando o seu “vice” Bartomeu como sucessor até às eleições marcadas para 2016.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.