Num artigo onde são recordados alguns episódios recentes de Cristiano Ronaldo, o jornal "El Confidencial" adianta que a direção do Real Madrid está cansada das picuinhices do avançado português.

A notícia começa precisamente por afirmar que o rendimento do futebolista de 30 anos é inquestionável e não esconde a importância que este tem para a equipa. É precisamente ai que reside a margem de segurança a que Ronaldo se pode agarrar, pois os seus comportamentos fora de campo têm revelado alguma imaturidade e tem deixado algo a desejar junto da direção madridista, principalmente junto de Florentino Pérez.

Segundo a publicação, o presidente do Real Madrid "está farto" das atitudes do internacional português. A relação terá começado a deteriorar-se após a festa de aniversário do jogador “merengue”, uma partida que ditou uma derrota pesada (4-0) perante o Atlético, no dérbi da cidade de Madrid.

E os incidentes mais recentes, no encontro com o Schalke 04, em que Cristiano Ronaldo utilizou a expressão "que vergonha, que vergonha" para criticar os adeptos quando estes assobiavam a equipa. Esta situação ganhou maiores contornos pelo facto de este ter prometido não falar mais à comunicação social até ao final da presente temporada.

Tendo em conta o esfriamento das relações entre o Ronaldo e Florentino Pérez, a saída do melhor jogador do mundo em 2014 poderá ser equacionada no próximo verão. Para já temos de aguardar por desenvolvimentos, pois não interessa levantar polémica quando o encontro com o Barcelona que poderá definir o título está tão perto (22 de março, às 20 horas).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.