Com a demissão de Edgardo Bauza, não foi preciso esperar muito para que Jorge Samapoli fosse apontado ao comando técnico da seleção argentina. De acordo com o jornal espanhol ‘As’, o técnico do Sevilha terá mesmo aceite a proposta da Federação Argentina de Futebol (AFA).

A mesma publicação indica que responsáveis da AFA esterão em Sevilha este fim de semana, para acertarem as condições do vínculo com o treinador, depois do jogo com o Sevilha, bem como a rescisão do contrato de Sampaoli – até junho de 2018 - com o clube andaluz.

Também esta quarta-feira, o Sevilha divulgou um comunicado a protestar com a Federação Argentina de Futebol pelo assédio cerrado ao técnico.

“Perante as declarações atribuídas ao presidente da dita federação, Claudio Tapia, sobre a sua intenção de reunir em Espanha com o treinador do Sevilha nos próximos dias, o Sevilha formulou um protesto formal junto da Federação, no qual manifesta que, no caso de essas declarações serem verdadeiras, ser uma falta de respeito e ao mesmo tempo inaceitável, qualquer reunião ou contacto destinado a que o treinador proceda à rutura contratual com o clube”, pode ler-se no comunicado do Sevilha.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.