A Liga Espanhola de Futebol assegurou hoje que irá pagar os salários em atraso dos jogadores do Reus, entre os quais estão os portugueses Luís Gustavo e Ricardo Vaz, para evitar o abandono da equipa do segundo escalão.

“Oferecemos aos jogadores a possibilidade de ser a liga a efetuar o pagamento [dos salários em atraso]. Se o Reus não pagar, pagará a liga e, evidentemente, isso irá implicar a instauração de processos disciplinares apropriados ao Reus, por faltas graves”, disse o presidente do organismo, Javier Tebas, em conferência de imprensa, em Córdoba.

As palavras de Tebas surgem um dia depois do protesto dos jogadores da equipa catalã, no jogo com o Alcorcón, no qual permaneceram, ao longo do primeiro minuto da partida, abraçados no centro do terreno, enquanto os adversários trocavam a bola entre si, sem quererem aproveitar a situação.

Vários jogadores do plantel principal ficariam livres caso não se registasse, até hoje, movimento nas contas bancárias dos futebolistas, devido ao atraso de três meses no pagamento dos salários por parte do Reus

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.