José Mourinho não entra em euforias pela goleada do Real Madrid ao Deportivo da Corunha, por 6-1, em jogo da sexta jornada da Liga espanhola. "Precisam de saber o que ganhei para saber se tenho direito a trabalhar aqui e já o sabem. Não somos campeões por ganhar 6-1, nem éramos tão maus antes. Estamos em construção. O trabalho não está feito", atirou o técnico português, em alusão às críticas que têm rodeado a equipa merengue.

Sobre as razões da diferença de rendimento nesta partida, Mourinho argumentou com o maior número de dias de descanso. "São poucos jogos e temos seis vitórias e dois empates. Hoje notou-se a diferença de jogar à terça e ao domingo, em vez de à quarta e ao sábado. Nota-se a frescura nas pernas, o que permite jogar a um ritmo diferente", frisou.

Este desafio assinalou ainda o regresso aos golos de Cristiano Ronaldo, que apontou dois dos seis golos dos merengues. O Real Madrid é agora terceiro classificado na Liga espanhola, com 14 pontos, atrás do Villarreal (15) e do líder Valência (16).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.