O Valência, clube em que atuam os portugueses Thierry Correia, Ferro e Gonçalo Guedes, despediu o técnico Javi Gracia e voltou a colocar Voro González no comando da equipa até final da temporada, anunciou hoje o clube espanhol.

Com quatro jornadas por disputar no campeonato espanhol, o Valência ocupa o 14.º lugar, com 36 pontos, seis acima da zona de despromoção.

Javi Gracia, de 51 anos, pegou na equipa ‘che’ no início da temporada e abandona o clube depois de uma derrota caseira com o FC Barcelona (3-2) e com um registo de apenas três pontos conquistados nos últimos 18 possíveis.

Tal como já tinha acontecido no final da última época, na altura com a saída de Albert Celades, o diretor desportivo do clube, Voro González, vai comandar a equipa até ao término do campeonato.

O dirigente de 57 anos e antigo defesa-central do Valência vai sentar-se no banco de suplentes da equipa ‘che’ como treinador principal pela quinta vez, depois de 2019/20, 2016/17, 2015/16 e 2007/08.

A estreia de Voro será em 09 de maio, na receção ao Valladolid, um rival direto pela manutenção, em encontro da 35.ª jornada da liga espanhola.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.