O SC Braga procura manter-se ‘vivo’ nas competições europeias de futebol, apesar de relegado para a Liga Conferência Europa, competição em que discute com a Fiorentina o apuramento para os oitavos de final.

No plano interno, a equipa treinada por Artur Jorge tem estado em bom plano, é terceira na I Liga e apurou-se para as meias-finais da Taça de Portugal, mas nas competições da UEFA teve uma reta final complicada, que a deixou fora da Liga Europa.

O terceiro lugar na sua fase de grupos acabou por relegar a equipa para a terceira competição da UEFA, na qual tentará entrar nos ‘oitavos’ e juntar-se a Basaksehir, West Ham, Villarreal, Nice, AZ Alkmaar, Djurgarden, Sivasspor e Slovan Bratislava.

Para o SC Braga será uma antecâmara difícil, diante de um histórico italiano, a Fiorentina, longe dos seus melhores dias e sobretudo dos tempos em que venceu a extinta Taça das Taças (1961), embora tenha sido semifinalista da Liga Europa em 2014/15.

Apesar de ter deixado de contar com Vitinha, transferido no mercado de inverno para o Marselha, o Sporting de Braga inscreveu Pizzi e Bruma, também reforços de janeiro.

Na Fiorentina, treinada por Vincenzo Italiano, o sérvio Luka Jovic é um nome de referência, com o avançado a estar entre os melhores marcadores na fase de grupos (quatro golos), e o costa-marfinense Christian Koumé foi o jogador que contabilizou mais assistências para golo (cinco).

Será também um encontro inédito entre os dois emblemas, que nunca se defrontaram, estando o primeiro jogo agendado para quinta-feira, em Braga (17:45), e a segunda mão marcada para 23 de fevereiro, no Estádio Artemio Franchi, em Florença (20:00).

A Liga Conferência Europa, como terceira prova da UEFA, não tem, teoricamente, o ‘padrão’ para albergar os grandes colossos da Europa, abrindo, por isso, caminho ao sucesso de segundas linhas ou emblemas em ‘reabilitação’.

Um contexto que pode colocar o Sporting de Braga ou a Fiorentina como candidatos a terem sucesso, mas também a Lazio, à semelhança do que a Roma, de José Mourinho fez na edição de estreia, que venceu, o West Ham, o Villarreal ou o Nice.

Neste play-off para os ‘oitavos’, a Lazio, vencedora da última edição da Taça das Taças (1998/99), discutirá o apuramento com os romenos do Cluj, com a equipa italiana, do guarda-redes luso Luís Maximiano a entrar depois de também ter sido relegada.

Outro histórico que entra neste play-off e que também já viu melhores dias, é o Anderlecht, vencedor da Taça UEFA em 1982/83 – eliminando a duas mãos o Benfica -, com os belgas a tentarem ultrapassar os búlgaros do Ludogorets.

Os jogos da primeira mão do play-off estão todos agendados para quinta-feira, e a segunda mão para 23 de fevereiro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.