O Benfica joga esta quarta-feira uma cartada decisiva na Champions, quando receber no Estádio da Luz o já eliminado Dínamo Kiev. A equipa de Jorge Jesus tem ainda possibilidades de passar aos oitavos de final, mas está dependente de terceiros: não só está obrigada a vencer os ucranianos, como terá de esperar que o Bayern Munique não perca diante do Barcelona.

As contas dos 'encarnados' poderiam muito bem ser outras, caso tivessem vencido o Barcelona na ronda anterior, num jogo que ficou marcado por um falhanço do outro mundo de Seferovic. Mas o duelo em Camp Nou acabou sem golos, deixando o apuramento ao alcance do Benfica, ainda que a partir de uma posição mais vulnerável.

Se não vencer na receção ao Dínamo Kiev, o clube da Luz fica irremediavelmente eliminado da Liga dos Campeões e vai disputar o 'play-off' de acesso aos oitavos de final da Liga Europa. Se, contudo, vencer o já eliminado Dínamo, terá de esperar para ver o que acontece na outra partida do Grupo E, onde Bayern e Barcelona medirão forças em Munique.

Grupo A
P J
1 Man. City 12 6
2 PSG 11 6
3 Leipzig 7 6
4 Club Brugge 4 6
Grupo B
P J
1 Liverpool 18 6
2 Atl. Madrid 7 6
3 FC Porto 5 6
4 Milan 4 6
Grupo C
P J
1 Ajax 18 6
2 Sporting CP 9 6
3 B. Dortmund 9 6
4 Besiktas 0 6
Grupo D
P J
1 Real Madrid 15 6
2 Inter 10 6
3 Sheriff 7 6
4 Shakhtar 2 6
Grupo E
P J
1 Bayern M. 18 6
2 SL Benfica 8 6
3 Barcelona 7 6
4 Dínamo Kiev 1 6
Grupo F
P J
1 Man. United 11 6
2 Villarreal 10 6
3 Atalanta 6 6
4 Young Boys 5 6
Grupo G
P J
1 Lille 11 6
2 Salzburg 10 6
3 Sevilha 6 6
4 Wolfsburgo 5 6
Grupo H
P J
1 Juventus 15 6
2 Chelsea 13 6
3 Zenit 5 6
4 Malmo 1 6
Mais sobre Liga dos Campeões

Se os bávaros, já apurados e com o primeiro lugar no grupo garantido, evitarem a derrota ante o Barça, o Benfica segue para os 'oitavos' da Champions. Caso o Barcelona leve a melhor na Baviera, apura-se, independentemente daquilo que as 'águias' fizerem à mesma hora na Luz.

Guia de forma

Vindo de uma derrota dolorosa no dérbi com o Sporting (1-3), o Benfica vive um momento de alguma contestação tanto à equipa como a Jorge Jesus, pelo que este encontro assume efetivamente um cariz decisivo em várias frentes.

De resto, o treinador dos 'encarnados' recebeu uma boa notícia: Otamendi, que chegou a assustar no dérbi, treinou sem limitações na terça-feira e deverá ser opção para o encontro com o Dínamo. Ainda assim, o Benfica tem três baixas para esta noite: Lucas Veríssimo, que não joga mais esta temporada, Radonjic e Rodrigo Pinho.

Do lado oposto, o Dínamo Kiev vem de dois triunfos seguidos, isto depois de ter perdido na receção ao Bayern Munique, por 2-1. A última vitória (3-0 frente ao Veres-Rivne) permitiu ao conjunto de Mircea Lucescu chegar aos 44 pontos na Liga ucraniana, que lidera a par do rival Shakhtar Donetsk.

Histórico

Benfica e Dínamo Kiev estiveram juntos na fase de grupos em 2016/17, com as 'águias' a vencerem por 2-0 em Kiev, na terceira, jornada, graças aos golos de Toto Salvio e Franco Cervi, com o mesmo Salvio a marcar depois o único golo em Lisboa, na quarta jornada. Esses seis pontos ajudaram as 'águias' a terminar em segundo no
Grupo B, com oito pontos e atrás do Nápoles, enquanto o Dínamo ficou no quarto posto, com cinco pontos, tendo sido eliminado. Foi a última vez que o Benfica passou à fase a eliminar da competição.

Benfica inicia fase de grupos da Liga dos Campeões com um nulo em Kiev
Benfica inicia fase de grupos da Liga dos Campeões com um nulo em Kiev
Ver artigo

As duas equipas já se tinham encontrado na fase de grupos da Taça dos Campeões Europeus de 1991/92, altura em que o Dínamo venceu por 1-0 em casa, com Oleh Salenko a marcar o único golo da equipa então orientada por Anatoliy Puzach. Em Lisboa, porém, o Benfica, de Sven-Göran Eriksson, conseguiu um triunfo categórico por 5-0, num jogo em que César Brito e Sergei Yuran bisaram.

No jogo inaugural da presente edição da Champions, Dínamo e Benfica empataram a zeros em Kiev. Os ucranianos adotaram uma estratégia mais conservadora, não deixando os 'encarnados' criarem muitas situações claras de golo.

Esses foram os cinco únicos embates da história entre os dois clubes, pelo que o registo do Benfica ante o Dínamo é de três vitórias, uma derrota e um empate, oito golos marcados e apenas um sofrido.

O que dizem os treinadores

Jorge Jesus: "Sabemos que estamos na Champions, onde as equipas têm quase todas um nível alto. A equipa do Dínamo Kiev tem seis titulares da Ucrânia, vai ser um jogo difícil. Vamos ser realistas. Se conseguirmos passar, será um marco muito importante da minha historia como treinador por deixar de fora o Barcelona, que há 18 anos consecutivos ultrapassa a fase de grupos. Será de grande orgulho para mim e para os adeptos."

Mircea Lucescu: "Acho que amanhã [quarta-feira] o Benfica vai jogar ao máximo nível. Vai querer marcar cedo para dominar o jogo. O Benfica precisa de vencer depois da derrota com o Sporting. Vai ser o último jogo da Champions, por isso espero um Benfica muito pressionante."

Árbitro

Deniz Aytekin foi o árbitro escolhido pela UEFA para apitar o Benfica-Dínamo Kiev. O juiz alemão, de 43 anos, terá os compatriotas Christian Dietz e Markus Sinn como auxiliares, contando com o apoio de Bastian Dankert no VAR e Marco Fritz como assistente de videoárbitro.

Internacional desde 2011, Aytekin já se cruzou com o Benfica em duas ocasiões: apitou a vitória (3-0) sobre o Dínamo Zagreb, da segunda mão dos oitavos de final da Liga Europa, em 2018/2019; e esteve na derrota (0-2) com o CSKA Moscovo, da fase de grupos da Liga dos Campeões, em 2017/2018.

O Benfica-Dínamo Kiev tem início marcado para as 20 horas e pode ser acompanhado AO MINUTO no SAPO Desporto.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.