O Apoel entrou em campo determinado em inverter o resultado negativo da primeira-mão. Logo aos dois minutos surgiu o primeiro golo da partida. Kosowski foi o autor do tento. A equipa cipriota empatava assim a eliminatória.

Depois aos 22 minutos Michail pôs o estádio em delírio ao apontar o segundo golo de grande penalidade.

No entanto, quatro minutos depois,  N´Doye silenciou o estádio ao marcar o primeiro para o FC Copenhaga. Com este resultado a equipa dinamarquesa passava para a frente da eliminatória.

No fecho da primeira parte, os adeptos cipriotas voltaram a sorrir. Michail fez o 3-1 aos 42 minutos e dava novamente vantagem ao Apoel no conto dos dois jogos, acabando por ser este o resultado que se registou no final da partida.

Depois de no ano passado o Chipre ter tido o Anorthosis Famagusta na fase de grupos da Liga dos Campeões, agora é o Apoel a marcar presença este ano.

Na equipa cipriota jogou a titular o português Nuno Morais. Hélio Pinto entrou no decorrer da segunda parte aos 76 minutos, já Paulo Jorge acabou por não sair do banco de suplentes.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.