A UEFA decidiu hoje atribuir ao Linfield uma vitória por 3-0 sobre o KF Drita, após o jogo da fase preliminar da Liga dos Campeões de futebol ter sido cancelado, face aos casos de covid-19 na equipa kosovar.

Em comunicado, a UEFA informou que o Comité de Apelo do organismo decidiu atribuir "uma derrota por desistência ao KF Drita", tendo em conta que todos os elementos da equipa foram colocados de quarentena na terça-feira, devido a um segundo caso de infeção por covid-19 registado entre os jogadores do plantel.

Por essa razão, o encontro entre os norte-irlandeses do Linfield e o KF Drita, que deveria ter sido realizado na terça-feira, em Nyon, na Suíça, acabou por ser cancelado.

O jogador em causa acusou positivo no teste de rastreio ao novo coronavírus na segunda-feira, depois de na sexta-feira passada ter apresentado resultado negativo, aquando da chegada da equipa do KF Drita à Suíça, para disputar o jogo com o Inter Escaldes, de Andorra.

Segundo a UEFA, nesse mesmo dia, véspera da partida com o conjunto andorrenho, um outro atleta do KF Drita teve resultado positivo durante a bateria de testes, tendo sido colocado imediatamente de quarentena, à semelhança de outro colega de equipa, com quem tinha estado em contato.

O caso foi avaliado pelo Comité de Controlo, Ética e Disciplina da UEFA, que, posteriormente, o remeteu para o Comité de Apelo.

Este desfecho permite ao Linfield seguir automaticamente para a primeira pré-eliminatória da Liga dos Campeões, na qual vai defrontar os polacos do Légia de Varsóvia, em 18 de agosto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.