O internacional francês Kylian Mbappé, autor de um dos golos na vitória do PSG por 2-0 sobre o Manchester United, no jogo da primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões, afirmou que a equipa francesa precisa "deixar de ter medo" se um dia quiser alcançar a glória europeia.

O PSG apresentou-se em Old Trafford sem Neymar e Edinson Cavani e apesar das ausências de peso a equipa liderada por Thomas Tuchel conseguiu uma importante vantagem em Old Trafford.

"Dá-me vontade de pedir para que se deixe de ter medo. É preciso deixar de ter medo, o futebol joga-se no campo. É óbvio que Neymar é muito importante para a equipa, que Cavani é fundamental, mas o futebol joga-se dentro de campo e hoje demostrámos isso mesmo", declarou Kylian Mbappé à RMC Sport.

"O futebol francês tem que chegar o mais longe possível nesta competição europeia, mas é preciso deixar de ter medo. Somos bons", frisou Kylian Mbappé.

Em relação ao jogo, Mbappé mostrou-se satisfeito pelo triunfo, mas recordou que ainda "estão na metade da eliminatória" e que por isso há que preparar bem o próximo jogo durante três semanas  para a receção ao Manchester United a 6 de março.

Perante as ausências de Neymar e Cavani, Tuchel optou por um sistema de jogo novo, algo que não deixou Mbappé incomodado. "Jogámos com muitos médios, quando estamos acostumados a jogar com muitos avançados, e tínhamos que nos adaptar".

"O técnico disse-me que seria um pouco diferente do habitual, que talvez eu tocaria menos na bola e que precisava voltar um pouco atrás para procurar profundidade", analisou o jogador do PSG.

Mbappé, contudo, lamentou a chance que desperdiçou para fazer 3-0 no marcador, um lance em que surgiu isolado perante o espanhol David De Gea: "Acho que se eu tivesse marcado a eliminatória estaria sentenciada. Vou-me preparar para marcar em Paris"

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.