Todos os jogadores disponíveis para o confronto com os cipriotas apresentaram-se nos trabalhos sem qualquer problema, contando com o facto de Fucile, lesionado, não poder atuar devido ao cartão vermelho com que foi admoestado na partida contra o Zenit, da segunda jornada da prova.

O lateral limitou-se a fazer tratamento, devido a uma mialgia de esforço no músculo gémeo da perna direita, segundo nota do clube no seu sítio na Internet.

Também o argentino Iturbe não trabalhou com os restantes colegas no Centro de Treinos do Olival, mas o jogador não se encontra inscrito na atual fase da competição europeia.

O jovem avançado encontra-se em repouso domiciliário desde a intervenção cirúrgica a que foi submetido, devido à lesão contraída sábado no cotovelo esquerdo, na primeira parte do jogo contra o Pêro Pinheiro, da Taça de Portugal, que os “dragões” venceram por 8-0.

O ensaio geral dos portistas para a receção aos cipriotas está marcado para as 10h30 de terça-feira, seguido da tradicional conferência de imprensa (13h00), onde o treinador Vítor Pereira fará a antevisão da partida.

O APOEL, onde atuam os portugueses Nuno Morais e Hélio Pinto, é a surpresa do agrupamento, que lidera, com quatro pontos, face ao triunfo por 2-1 na receção ao Zenit, de Bruno Alves e Danny, e ao ponto conquistado na Ucrânia (1-1).

O FC Porto é terceiro classificado, com três pontos, os mesmo que o Zenit (em vantagem devido à vitória sobre os “dragões”), com o Shakhtar Donetsk em último lugar, com apenas um ponto.

O árbitro francês Antony Gautier dirige na quarta-feira, no Estádio do Dragão, o jogo entre o FC Porto e o APOEL, da terceira jornada do grupo G da Liga dos Campeões em futebol.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.