Era inevitável que jogadores como Lionel Messi e Luis Suárez fossem 'chamados' à conferência de Jorge Jesus, na véspera do embate em Camp Nou, para a Liga dos Campeões.

O argentino e o uruguaio integram os convocados de Ernesto Valverde para a partida desta terça-feira, mas o técnico dos 'leões' constata que o ideal seria ambos não irem a jogo.

"Se os melhores jogadores do Barça, como o Messi e o Suárez, não jogassem, seria ótimo. Formam a melhor dupla de avançados do mundo. Isso ia tornar tudo mais fácil. Mas isso não quer dizer que o Barça não tem outros jogadores. O Paco [Alcácer] é um grande avançado, o [Denis] Suárez também tem muita qualidade. Às vezes, pensamos que as situações são mais difíceis com os habituais titulares e depois, na prática, isso não acontece. Era melhor eles não jogarem, mas se não jogarem de início, vão entrar no jogo", disse Jorge Jesus em conferência de imprensa.

Questionado sobre as palavras de Thiago Silva, central do PSG que afirmou que era preciso rezar para parar Messi e Suárez, Jesus respondeu de forma bem-humorada.

"Isso liga bem. Rezar muito para pará-los? Estão com o treinador certo, porque sou o Jesus. Mas o futebol não passa por aí. Eles são dois grandes jogadores e pará-los é muito difícil. O Coates conhece muito bem o Suárez e o Mathieu conhece bem o Messi. Isso tornou o jogo de Lisboa muito mais difícil para ambos. Espero que estejam ao mesmo nível do que aconteceu em Lisboa", disse.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.