Zinedine Zidane não pensa em abandonar o banco do Real Madrid, apesar da derrota desta noite frente ao Shakhtar Donetsk e aos últimos resultados nos madridlenos.

Na conferência de imprensa após a derrota na Ucrânia, Zidane afirmou que não pensa em colocar o lugar à disposição e que a equipa merecia ter saído da partida com a vitória.

Luís Castro volta a derrotar Zidane e deixa Real em perigo
Luís Castro volta a derrotar Zidane e deixa Real em perigo
Ver artigo

"Não penso em demitir-me. Temos tido momentos complicados. É uma má série de resultados. É a realidade, mas temos de seguir. Sabemos que hoje era uma final e preparamo-la muito bem. Fizemos uma grande primeira parte, mas não fizemos o golo. Falta um jogo e temos de o ganhar", disse, citado pelo jornal espanhol 'Marca'.

O técnico realçou que se sente capaz de continuar e que a equipa tem de levantar a cabeça e seguir em frente.

"Tenho força e foi dar o meu melhor como sempre, tal como os jogadores. Na Liga não merecemos ganhar no outro dia, mas hoje merecíamos. Temos de levantar a cabeça e pensar no próximo jogo. Não temos outro remédio sem ser pensar, ajudarmo-nos e pensar no próximo jogo"

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.