O Manchester United venceu esta quarta-feira o LASK Linz, por 2-1, e segue para os quartos de final da Liga Europa.

Em Old Trafford, o encontro serviu para cumprir calendário e, prova disso, foi o ‘onze’ apresentado por Ole Gunnar Solskjaer, com muitos jogadores habitualmente suplentes, entre os quais não constou o português Diogo Dalot, que nem foi convocado pelo treinador norueguês. Já o compatriota Bruno Fernandes foi poupado e não saiu do banco de suplentes.

Face à goleada por 5-0 conseguida na primeira mão, na Áustria, os ‘red devis’ apenas procuraram gerir a vantagem, diante de um adversário que tentou deixar uma imagem positiva e até inaugurou o marcador já na segunda parte.

Aos 55 minutos, o defesa austríaco Philip Wiesinger rematou de primeira, muito colocado, sem hipóteses para o guarda-redes Romero, depois de um alívio de cabeça por parte de Fosu-Mensah, na cobrança de um pontapé de canto.

A reposta do United não se fez esperar, já que dois minutos depois Jesse Lingard, assistido por Juan Mata, apareceu na ‘cara’ de Schlager para restabelecer a igualdade e dar início à reviravolta, operada pelo suplente utilizado Anthony Marital, os 88.

A equipa inglesa marca encontro na próxima fase com o FC Copenhaga, que hoje afastou o Basaksehir com um triunfo por 3-0.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.