O Sporting de Braga recebeu e venceu na noite desta quinta-feira os ucranianos do Zorya, por 2-0, em jogo a contar para a 6ª e última jornada do grupo G da Liga Europa. Apesar da vitória, os arsenalistas falharam o primeiro lugar de grupo devido ao desaire do AEK Atenas frente ao Leicester.

O Sporting de Braga superiorizou-se no jogo desde o início e na primeira parte somou várias oportunidades de golo, que acabaram por ser desperdiçadas pelos arsenalistas.

A minha oportunidade do Sporting de Braga surgiu logo aos quatro minutos de jogo quando Ruiz apareceu na cara de Shevchenko, mas viu Ciganiks cortar em cima da linha de golo. A bola sobrou para Zé Carlos, que tinha tudo para marcar, mas atirou por cima.

Aos 20 minutos um remate de André Horta após passe de Galeno saiu ligeiramente por cima, naquela que foi mais uma ocasião de golo. Sete minutos depois o médio português voltou a assustar o guarda-redes do Zorya, com um tiro que saiu ao lado da baliza dos ucranianos.

Aos 33 minutos foi Galeno que esteve perto de inaugurar o marcador na Pedreira. Na sequência de um cruzamento para o segundo poste, o brasileiro não conseguiu dominar da melhor forma e acabou por falhar a direção da baliza. Apenas três minutos depois, houve ainda tempo para um grande desperdício de Abel Ruiz. Um passe de Zé Carlos colocou o espanhol isolado na cara de Shevchenko, Ruiz tinha tudo para marcar, mas permitiu a defesa do guarda-redes.

Ainda antes do apito para o intervalo, o Zorya ameaçou a baliza de Tiago Sá. Numa das poucas incursões da equipa ucraniana à baliza do Sporting de Braga, Kabaev falhou o golo por centímetros. Os dois conjuntos acabaram por recolher aos balneários ainda com um nulo no marcador.

A primeira grande oportunidade do Sporting de Braga na segunda parte do encontro aconteceu aos 57 minutos quando João Novais cobrou um livre diretamente à baliza adversária, a bola foi quase ao ângulo, mas bateu na trave e saiu.

Depois de várias tentativas falhadas, eis que os arsenalistas chegaram ao primeiro golo. O relógio marcava os 61 minutos quando Galeno rematou à baliza dos ucranianos. A bola não saiu com muita força, mas sofreu um desvio no guarda-redes do Zorya e só parou no fundo das redes de Shevchenko.

Aos 67 minutos de jogo, Carlos Carvalhal tirou Abel Ruiz, Schettine e André Horta para lançar Ricardo Horta, Paulinho e Iuri Medeiros. Apenas um minuto depois, a magia aconteceu. Na primeira vez que toca na bola, Iuri Medeiros assistiu para Ricardo Horta que rematou na passada e fez o 2-0.

Aos 75 minutos Tiago Sá negou o golo a Gromov e, quatro minutos depois, Gryn cruzou, mas a bola foi a poste. Até ao apito final, o Zorya ainda tentou reduzir a desvantagem, mas sem sucesso.

Com este triunfo, o Sporting de Braga manteve o segundo posto do grupo G, com 13 pontos, os mesmos do Leicester, que venceu o grupo por deter vantagem no confronto direto.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto